Atividades do semestre 2018.1 do Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura

7 de junho de 2018

Visita dos recém-ingressos do curso de Zootecnia durante a XIII Semana Zero

No dia 19 de fevereiro de 2018 o Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura (NEEF), do Departamento de Zootecnia, recebeu a visita de 19 estudantes recém-ingressos do curso de Zootecnia, durante a XIII Semana Zero, organizada pelo Centro Acadêmico Quadro de Dezembro, em parceria com os grupos de estudos. Tal evento tem o intuito de recepcionar os calouros do Curso de Zootecnia ingressantes, apresentar os grupos de estudos, setores e atividades realizadas no Departamento de Zootecnia, com o objetivo de criar laços entre os ingressantes e alunos veteranos e ambientá-los ao curso. Os estudantes foram recebidos no NEEF pela doutoranda em Zootecnia Ellen Gomes e pelo graduando em Agronomia Felipe Hermínio.

Durante a visita, foram apresentadas as áreas de produção de forragem, o rebanho de ovinos da raça Morada Nova, as instalações para as diferentes categorias de ovinos e o armazenamento de forragens conservadas e sua importância. Os recém-ingressos se mostraram bastante curiosos e interessados em tudo que foi mostrado no NEEF, fizeram muitas perguntas e interagiram bastante com os membros. Ao final da visita eles foram convidados a participar das atividades diárias de manejo da pastagem e dos animais, assim como de atividades científicas que ocorrem no NEEF durante o semestre.
Fonte: Ellen da Costa Gomes, Doutoranda em Zootecnia-UFC – (85)3366-9711, www.neef.ufc.br

 

O IFCE de Tauá em parceria com o NEEF (UFC), Embrapa Caprinos e Ovinos e Belgo Bekaert Arames, realizam curso sobre construções rurais em arames (Montagem de Cercas)

O IFCE de Tauá em parceria com o Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura, a Embrapa Caprinos e Ovinos e a Belgo Bekaert Arames realizaram um curso sobre construções rurais em arames – montagem de cercas para estudantes do IFCE de Tauá e produtores rurais do município. O curso foi realizado no período compreendido entre os dias 22 e 24 de março e foi composto por um conteúdo teórico (4 horas), ministrado no IFCE Campus Tauá, e a parte prática realizada em uma área de Caatinga pertencente à escola Francisca Cavalcante Fialho, localizada na Cachoeirinha do Pai Senhor, distrito do município de Tauá.

O curso foi conduzido pelo instrutor Danilo Moreira do Carmo, analista de mercado Agro da Belgo Bekaert Arames e pelo Doutorando em Zootecnia Leonardo Fiusa de Morais (Programa de Doutorado integrado em Zootecnia-PDIZ/UFPB/UFC/UFRPE), além do apoio dos professores do IFCE de Tauá Kélvia Castro e Alan Sombra. Participaram do curso 19 alunos do curso de técnico em agronegócio do IFCE de Tauá e 1 produtor rural residente no distrito de Cachoeirinha do Pai Senhor.

No dia 22 de março, houve uma apresentação teórica de quatro horas sobre os aspectos ambientais e físicos a serem observados para a realização de um planejamento de construções rurais em arames. Neste primeiro momento, foram discutidos os aspectos que interferem diretamente na durabilidade, na eficiência e no custo das estruturas, como agressividade do ambiente, topografia e tipo de solo, bem como sobre os tipos de arame e o passo a passo para construir uma cerca de arame liso, farpado ou tela campestre.

Após a apresentação do conteúdo teórico, foram realizadas as práticas na área de Caatinga. Inicialmente foi realizada a marcação das extremidades da cerca e foram perfurados os buracos onde ficaram os mourões esticadores. Todos os participantes ajudaram em todas as etapas do processo, desde perfurar os buracos, posicionar os travesseiros, aterrar os buracos e posicionar o apoio de mão francesa. A próxima etapa foi o posicionamento das estacas a cada seis metros de distância uma da outra, para posteriormente ser realizado o esticamento da tela campestre e a colocação dos grampos fixando a tela nas estacas. Ao final, aqueles que integraram no mínimo 75 % da carga horária do curso, receberam um certificado de atividades correspondente a 24 horas de carga horária.
Fonte: Leonardo Fiusa de Morais, Doutorando em Zootecnia/CCA/UFC – (85) 3366-9711, www.neef.ufc.br, magno@ufc.br (prof. Magno Cândido).

 

Alunos recém-ingressos do curso de Agronomia realizam visita no Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura (NEEF) durante a XIII Semana Zero

No dia 23 de fevereiro de 2018, os alunos recém-ingressos do curso de Agronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC) realizaram uma visita ao Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura (NEEF), durante a XIII Semana Zero da UFC. A visita foi organizada pelo Centro Acadêmico, e conduzida pelo discente de doutorado em Zootecnia Leonardo Fiusa de Morais, com o auxilio dos estudantes do curso de agronomia Felipe Hermínio Meireles Nogueira e Bruna Kelly Monteiro Lopes. O evento foi realizado para apresentar os grupos de estudos, setores e as possíveis oportunidades de estágio aos estudantes recém-ingressos do curso de agronomia, deixando-os mais familiarizados com as oportunidades de aprendizado extra sala de aula que poderiam ter ao longo do curso.

Num primeiro momento, foi realizada uma apresentação teórica contendo informações de índices zootécnicos, instalações e o histórico das atividades de pesquisa e extensão desenvolvidas no NEEF. Após as apresentações teóricas, os alunos realizaram uma visita ao NEEF, onde foram apresentadas as áreas de pastagens, capineiras, o rebanho de ovinos, as instalações e os silos que contem toda forragem conservada para utilização na época seca. Ao final da visita, os alunos recém- ingressos foram convidados a participar do NEEF no primeiro semestre do curso, como uma oportunidade de ambientação ao curso e de contato com a realidade cotidiana de um sistema de produção animal.
Fonte: Leonardo Fiusa de Morais, Doutorando em Zootecnia/CCA/UFC – (85) 3366-9711, www.neef.ufc.br, magno@ufc.br (prof. Magno Cândido).

 

 

 

 

 

 

 

 

NEEF recebe alunos do IFCE, Campus de Tauá para uma visita técnica

O Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura (NEEF) recebeu, em 04 de maio de 2018, dentro de uma visita a diversos setores da UFC, 36 alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) Campus de Tauá para uma visita técnica sobre o tema “Técnicas de Manejo de Pastagens e Ruminantes”. Os alunos vieram acompanhados dos professores Felipe Antônio Dantas Monteiro, Weberte Alan Sombra, Willame de Araújo Cavalcanti e Felipe Alves de Brito. A visita foi conduzida pelo Zootecnista e Pós-doutorando Rafael Nogueira Furtado, com o auxílio da estudante Bruna Monteiro.

Foram abordados os seguintes temas na visita: Manejo de plantas forrageiras sob pastejo; Manejo da fertilidade do solo e da irrigação em pastagens; Manejo de pastagens sob sequeiro, solteiras e consorciadas; Manejo de capineiras; Conservação de forragens na forma de feno e de silagem; Instalações zootécnicas.

Os alunos inicialmente foram conduzidos ao pasto do NEEF, onde o pós-doutorando Rafael Furtado apresentou o manejo do capim-massai em diferimento e a consorciação do capim-tamani com a leguminosa cunhã, ambas estratégias de produção sob regime de sequeiro. Em seguida, o prof. Alan Sombra, do IFCE Tauá comentou sobre o manejo de pastagens irrigadas, uma vez que é egresso do NEEF e conhecia bem o sistema de pastejo adotado nesse setor.

Logo após, os estudantes foram conduzidos às instalações de confinamento do NEEF, onde foram apresentadas as baias de confinamento coletivo e individual. Nas primeiras, foi demonstrado o funcionamento do sistema de canzis para facilitar o manejo alimentar dos animais. Também foram apresentadas as baias de confinamento individual, onde são realizadas as provas de desempenho e foram apresentadas as capineiras e legumineira, utilizadas para suplementação volumosa do rebanho nas formas de silagem e de feno.

Ao final da visita, o aluno Vitor Cirilo, do 1º ano do curso Técnico em Agropecuária do IFCE Tauá afirmou: “como meu pai é criador, me chamou atenção a forma de manejar a pastagem, coisa que até então não conhecia. Para mim a visita despertou a vontade de aprender a fazer o manejo correto, objetivando melhorias em nossa propriedade”. Por sua vez, o prof. Alan Sombra afirmou “sentir-se feliz em estar no NEEF, onde teve a oportunidade, como aluno do Curso de Agronomia, de ser integrante dessa equipe, hoje retornando como professor, dando a oportunidade aos alunos do IFCE Tauá de conhecer um pouco da vivência do NEEF, despertando neles a curiosidade em querer aprender mais. O professor afirmou ainda estar muito grato aos que fazem o NEEF por terem contribuído na formação dos alunos do IFCE Tauá, mesmo que por alguns instantes, mas com certeza de grande proveito para todos”.
Fonte: Prof. Magno José Duarte Cândido, Professor do Departamento de Zootecnia/CCA/UFC – (85) 3366-9711, www.neef.ufc.br, magno@ufc.br

 

NEEF recebe alunos da UNILAB para uma visita técnico-científica

No último dia 04 de maio de 2018, o Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura (NEEF) recebeu a visita de alunos e de um professor da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Estiveram presentes na visita 30 alunos do sétimo semestre do curso de Agronomia além do professor Silas Primola Gomes, responsável pela disciplina de Forragicultura e pastagens da instituição.

A visita teve como objetivo sanar dúvidas e demonstrar, in loco, todo o processo de formação, manejo (sob corte e pastejo) e conservação de pastagem cultivadas, além de conceitos gerais sobre o manejo de ovinos da raça Morada Nova e o uso de sistema de irrigação fixa. A atividade foi conduzida pelo doutorando Jefte Arnon de Almeida Conrado, pela aluna do curso de Zootecnia e pela bolsista Sabrina Silva Maia.

Foram apresentadas as instalações e toda infraestrutura pertencentes ao NEEF, tendo sido dada uma maior ênfase aos seguintes assuntos: manejo alimentar, reprodutivo e sanitário de ovinos, formação, manejo e conservação de volumosos, manejo de pastagem consorciada, uso de adubação e irrigação de pastagens e avaliação de frequência, intensidade e persistência de gramíneas forrageiras.

Além da parte da visita, os alunos puderam observar como ocorre o processo de formação e condução de uma pesquisa científica, dentre elas a pesquisa de consorciação gramíneas x leguminosas e, do uso de alguns equipamentos como o AccuPAR LP-80 e o SPAD.

De acordo com o professor Silas Gomes “Já visitei o NEEF várias vezes, e a cada visita é sempre enriquecedora”, segundo a aluna Nancy Costa “a visita nos permitiu ver como são realizadas as pesquisas e aprender um pouco mais sobre manejo de pasto”. De modo geral, os alunos classificara m a visita como oportuna, produtiva e essencial para o seu processo de formação, pois deste modo, conseguiram identificar o quanto um sistema de produção é “dinâmico” e assim poder melhorar o seu desempenho perante o mercado de trabalho. Para os profissionais e alunos que contribuem para o desenvolvimento do NEEF, atividades como esta são muito importantes e válidas, pois assim é possível contribuir no processo de formação dos futuros profissionais, além de solidificar as parcerias com as instituições públicas de ensino, pesquisa e extensão.
Fonte: Jefte Arnon de Almeida Conrado, doutorando em Zootecnia-UFC – (85) 3366-9711, www.neef.ufc.br, magno@ufc.br (prof. Magno Cândido)